Convênio com universidade da Espanha amplia acesso a mestrados e doutorados

Convênio com universidade da Espanha amplia acesso a mestrados e doutorados

Com objetivo de investir no aprimoramento humano do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul, o presidente do Tribunal de Justiça de MS, à época, Des. Joenildo de Sousa Chaves, assinou, em 2012, um acordo de cooperação com a Fundação Universidade de Girona: Inovação e Formação (FudGIF) e com o Instituto de Direito e História (IDH), por intermédio da Escola Judicial de MS (EJUD/MS), e a Cátedra de Cultura Jurídica da Universidade de Girona.

A partir desta parceria, o acesso a mestrados e doutorados fica mais simples. Até o momento, o TJMS tinha um convênio semelhante com a PUC do Rio de Janeiro, que possibilitava o aperfeiçoamento. Agora o caminho ficou mais curto e está aberta a possibilidade de estudar de forma direta com a Universidade de Girona.

Para o juiz auxiliar da Vice-Presidência, na época, Aldo Ferreira da Silva Jr., que já está fazendo o mestrado via PUC do Rio, a Universidade de Girona é formada por grandes estudiosos, além de ser uma miscigenação cultural com pessoas de vários países, o que permite extrair o que há de melhor do direito natural. “E o direito é assim, temos que estudar sempre”, afirma Aldo, satisfeito em estar presenciando a parceria do TJMS com a Universidade espanhola.

Para o juiz auxiliar da Presidência, Odemilson Roberto Castro Fassa, que já fez mestrado e recentemente, em 2010, concluiu o Doutorado em Direito do Estado pela PUC, estudar abre as perspectivas, amplia o olhar do magistrado, melhorando a prestação jurisdicional. “Entre outras coisas, temos a oportunidade de aprofundar estudos nos assuntos relacionados aos direitos humanos, por exemplo, o que reflete diretamente na aplicação do direito, com um foco mais humano”, destacou Fassa.

O presidente do TJ, Des. Joenildo, que no seu discurso de posse já demonstrou que tem como objetivo investir no ser humano para tornar a justiça ainda mais eficiente, afirmou que é uma honra assinar esta parceria e que isso engrandece o Judiciário. “Este é um primeiro passo e vamos abrir cada vez mais as possibilidades e buscar investir nos servidores, trazer experiências novas para o nosso dia a dia”, afirmou o presidente.

Assinatura – A solenidade foi realizada por teleconferência e os convênios foram assinados em espanhol e português, tanto aqui, como na Espanha. O evento foi realizado no Salão Pantanal do TJMS, na presença dos desembargadores Julizar Barbosa Trindade e Carlos Eduardo Contar, dos juizes auxiliares Vitor Guibo, José Ale Ahmad, Fernando Paes de Campos, Odemilson Roberto Castro Fassa, Aldo Ferreira da Silva Jr. e Wilson Leite Correa, presidente da Amamsul.

Em Girona estavam o diretor-geral da EJUD-MS, Des. Ruy Celso Barbosa Florence, acompanhado do representante do IDH, Celso Panoff Philbois, o diretor-geral da “Fundação Universidade de Girona: Inovação e Formação” (FudGIF), John Saurina Canals, e o diretor da Cátedra de Cultura Jurídica da Universidade de Girona, Jordi Ferrer i Beltrán. Antes das assinaturas foram mostrados vídeos institucionais da Escola Judicial e da Universidade de Girona.

Mais – A parceria visa promover o interesse pelo ensino e extensão, principalmente em cursos de extensão, especialização e mestrado. A intenção também é promover o intercâmbio acadêmico com deslocamento de técnicos, professores e pesquisadores para programas de média e curta duração, além de organizar eventos como simpósios, conferências, congressos, seminários e encontros sobre temas de interesse mútuo com a presença de professores e estudantes das instituições. O convênio terá duração de 60 meses, podendo ser prorrogado, modificado ou rescindido, ressalvadas as atividades de formação já iniciadas, que deverão ser concluídas.

 

*Fonte: TJMS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *